Prepare-se para desastres com seu Computador
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Prepare-se para desastres com seu computador

Prepare-se para desastres com seu computador. Eles vão chegar e pode ser mais cedo do que você espera e aí pode ser tarde demais para seus negócios.

Aqui no Brasil sempre nos consideramos livres de coisas como furações e tornados. No entanto com a passagem do ciclone tropical Catarina pelos estados do sul, em março de 2004, esse sentimento de segurança foi perdido. Naquele mesmo ano os moradores do estado americano da Flórida foram atingidos por quatro furacões em dois meses. Desde então, acompanhando as notícias, víamos as fortes chuvas, inundações, estradas e pontes destruídas. No entanto o que muitos não viram nos noticiários é que muitas empresas ficaram complemente fora de atividades por causa dos desastres naturais.

Áreas costeiras ficaram inundadas por até 10 dias obrigando negócios a suspender atividades e alguns não se recuperaram plenamente e acabaram fechando as portas em definitivo. Algumas regiões ficaram sem energia elétrica e telefones por até 15 dias. Muitos prédios foram atingidos por incêndios e foram completamente destruídos pelas chamas.

Desastres naturais acontecem. E mais cedo ou mais tarde podem acontecer perto de nós. O que seria de nossa empresa se fosse atingida por uma inundação, incêndio, vendaval ou mesmo uma forte tempestade elétrica? Continuaria operando? Se recuperaria rapidamente? Ou seria um longo black out?

Prepare-se para Desastres Agora

A hora certa para tomar as medidas é agora, enquanto temos tempo e tranquilidade para agir, não durante o caos do desastre natural ou depois do estrago feito. Temos a seguir uma lista de itens que a empresa deve providenciar para se preparar para um desastre natural:

  • Um telefone com linha fixa – Um aparelho sem fio com alcance ultra, com dezenas de memórias e múltiplas funções torna-se simplesmente inútil durante um blackout. Um aparelho simples é alimentado pela própria rede telefônica e funciona perfeitamente desde que as linhas telefônicas estejam operantes. Lembre-se: qualquer telefone que requeira alimentação elétrica não servirá para nada em caso de pane do sistema elétrico.
  • Um gerador de energia a diesel – quando a rede elétrica comercial falha, um gerador a diesel é sua fonte alternativa de energia. Poder contar com geradores de energia ou sistemas geradores independentes pode ser a diferença entre o fracasso e o sucesso durante crises naturais. Você pode manter o gerador ativo no horário comercial para poder continuar operando.
  • Sacos plásticos e fita crepe – em caso de enchentes, proteja suas CPUs da água e os coloque em um local seguro. Humidade e água destróem placas mãe, cabeças de impressão e outros circuitos. Ensaque tudo e espere a água baixar. Muitas vezes as soluções mais low tech são as melhores diante da magnitude do desastre.
  • Backups — Copiar os dados do computador deve ser uma rotina, pelo menos dos arquivos mais importantes. Grave esses arquivos em DVDs, CDs, cartões de memória ou zip. Use uma unidade de fita para fazer o backup dos dados do seu servidor ou contrate os serviços de um datacenter para proteger seus dados em tempo real.
  • Disco rígido portátis — Com um pequeno investimento você pode comprar um gabinete externo para discos rígidos, conectado ao seu computador via porta USB de alto desempenho. Você pode ter mais de um disco rígido mantido em locais diferentes. Você sempre terá a opção de manter um disco de backup em um cofre à prova de fogo e de água mas, às vezes, o mais low tech pode ser o melhor.
  • Laptops — Se o predio de sua empresa ficar interditado, submerso ou for reduzido a cinzas, um laptop pode ser a única saída. No início de setembro houve um incêndio que destruiu completamente o prédio sede e a sala de servidores de uma rede de farmácias de manipulação. Durante dois dias os pedidos e vendas foram atendidos a partir de um laptop em um cybercafé, até que se pudesse configurar o novo servidor e restaurar os dados.
  • Telefones Celulares — Telefones celulares são baseados em sinais de rádio e não dependem dos cabos e postes que podem ser atingidos durante uma tempestade. Telefones celulares são úteis devido a sua mobilidade e facilidade de aquisição. Cada pessoa chave da empresa deve ter um celular na lista de contatos para emergências. Sua empresa mantém essas listas de telefones em um meio disponível durante um black out ou inundação?
  • Endereços de email em webmail — Ter uma conta de email externa, como o Gmail, por exemplo, pode ser a diferença na comunicação em caso de falhas da estrutura computacional da empres. Mesmo que seu servidor de email saia do ar, você ainda poderá receber email de seus clientes, se conseguir conexão à Internet.
  • Acessos online alternativos— A Internet foi projetada para sobreviver a uma guerra nuclear, logo sempre haverá formas de se conectar a um provedor alternativo, quer seja via celular, a um provedor em outra cidade ou mesmo em outro país. Tenha circuitos de dados de mais de uma operadora, caso uma fique fora do ar, a outra pode continuar funcionando. Há casos em que a área atingida é tão extensa que pode ser necessário recorrer às conexões via satélite.
  • Garantias e Suporte Técnico – Após um desastre você pode precisar encaminhar seus equipamentos para reparo. Também precisará de suporte técnico para contornar as falhas de hardware e cabeamento, por exemplo. Ao decidir qual equipamento ou software usar na empresa, considere a disponibilidade de suporte e da rede de assitência técnica autorizada. Além disso, tenha um regitro completo dos certificados de garantia e dos prestadores de suporte.Esta lista é apenas uma parte do que se deve providenciar em tempos de tranquilidade para evitar ou reduzir o stress durante um desastre. Você deve fazer seu próprio plano de emergência e validá-lo. Comece agora mesmo com os pontos apresentados neste artigo, você vai ter outras idéias à medida em que for implementando seu plano.